O bispo diocesano de Grajaú, dom Franco Cuter se despediu na última segunda-feira (20) da Diocese de Grajaú (MA). Após 19 anos à frente de uma das mais importantes dioceses do Maranhão, o religioso capuchinho teve o pedido de renúncia por idade aceito pelo Papa Francisco em 2016 e passará a ser arcebispo emérito.

Feliz e com sentimento de dever cumprido, Dom Franco, de 76 anos, afirma que seu período liderando a diocese foi marcado pelo desejo ardente de uma Igreja missionária, prova disso foi a realização das Santas Missões Populares “Nossa Igreja é marcada pelo anuncio da Palavra; precisamos crescer por meio dos sinais e das orientações do Santo Papa para a Igreja da América Latina que assume a dimensão missionária a serviço dos irmãos e irmã”.

VEJA FOTOS DA MISSA DE DESPEDIDA DE DOM FRANCO CUTER (Clique aqui)

Como bispo de Grajaú, Dom Franco promoveu as Santas Missões Populares, o Congresso Eucarístico Diocesano, criou o Seminário Santo Estevão, para formação de leigos e leigas, construiu o Seminário Papa João XIII em São Luís, criou quatro novas paróquias, construiu a Grota da Luz Frei Alberto Beretta, apoiou a esplendorosa reforma da Catedral Nosso Senhor do Bonfim, promoveu o Jubileu Diocesano da Diocese de Grajaú, ordenou vários padres e diáconos permanentes, apoio a chegada de várias congregações religiosas na diocese, incentivou e apoio escolinhas e creches em alguns paróquias.

Comentários

Atenção! Os comentários do TOQUETO.COM são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.
COMPARTILHAR