Encabeçado por um grupo de professores, que foi liderado pelos professores Valdemon Souza e Vânia Monteiro, funcionários do hospital e alguns médicos, a população de Grajaú foi as ruas para protestar contra o fechamento do Hospital São Francisco de Assis, administrado pela Sociedade Beneficente São Camilo que há 36 anos presta serviço de saúde pública no município.

O ato teve início na Catedral Nosso Senhor do Bonfim, passando pelas ruas do centro, e seguindo até a frente do HSF. Várias pessoas deixaram sua mensagem de apoio e indignação pelo fechamento da casa de saúde.

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Toqueto.com não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários