Saiba identificar os sintomas do câncer de ovário

0
205

De acordo com dados, não existe um teste que detecte prematuramente o câncer de ovário. O câncer ginecológico é um dos que mais progride rápido e silenciosamente. E as chances de sobrevivência cinco anos após o diagnóstico é de 45%.

Algumas mulheres afirmam que sentem mudanças em seu organismo mesmo antes de serem diagnosticadas. Especialistas explicam ser comum ignorar os sintomas que não parecem preocupantes até que se tornem conclusivos.

cancer-ovario17092

Entretanto, segundo pesquisas existem alguns sintomas iniciais do câncer de ovário: distensão abdominal, alterações urinárias, dificuldades de se alimentar e sensação de saciedade quase sem comer, além da dor pélvica ou abdominal.

Apesar dos sintomas serem idênticos em todos os casos, já que os cânceres crescem de forma diferente, deve-se dar atenção especial aos sintomas permanentes. Apesar da maioria das mulheres desenvolverem a doença por volta dos 50 anos, é importante conhecer o próprio corpo.

Na opinião de profissionais, mesmo quem tem entre 20 e 30 anos, precisa observar o comprimento e a duração dos sintomas, as alterações no corpo durante o ciclo menstrual e identificar cansaço excessivo. Assim, dá para perceber quando há algo diferente acontecendo.

Alerta
Segundo especialistas, na maioria dos casos o câncer de ovário não é silencioso. O sinal mais revelador é o pressentimento de que algo está errado com seu corpo. E quando ocorrem ao mesmo tempo todos os sintomas citados, algo está errado.

Neste caso, conhecendo o próprio corpo, se algo estiver errado busque ajuda médica. Ainda, na opinião dos profissionais, a mulher sabe detectar mudanças no corpo como, por exemplo, alteração no peso durante o ciclo menstrual. Assim, se uma anormalidade ocorre por dois meses seguidos, pode indicar algum problema.

cancer-ovario17093

O câncer de ovário é uma doença de crescimento rápido. Então, a mulher que faz exames e está aparentemente normal pode voltar após seis meses e ser diagnosticada com um estágio avançado da doença.

Prevenção e tratamento
Ultrassom transvaginal: vá regularmente ao ginecologista. Além do papanicolau, que detecta câncer de colo de útero, a ultrassom transvaginal é o exame indicado para detectar câncer de ovário.
Peça o exame sempre que achar algo anormal no seu organismo.

Fatores de risco: quem apresenta histórico familiar de câncer e mutação do gene BRCA-1 ou BRCA-2 deve prestar mais atenção aos sinais e sintomas. De acordo com profissionais, mulheres de alto risco podem pedir um exame de sangue aos seus médicos para medir os níveis de CA-125, uma proteína secretada por células de câncer de ovário. Como a presença desta proteína aumenta em 80% nos casos de câncer de ovário, o ideal é ficar alerta.

Oncologista ginecologista: ao ser diagnosticada com câncer de ovário, a mulher precisa procurar um especialista e o mais indicado é o oncologista ginecológico. Segundo pesquisas, as chances de sobrevivência aumentam quando os pacientes se tratam com um oncologista ginecológico. O tratamento é mais abrangente e o especialista tem anos de treinamento, além de desenvolver um relacionamento coeso com o paciente em longo prazo.

Fonte: Na Telinha

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Toqueto.com não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários