Garth Brooks conquista a arena e vai às lágrimas na Festa de Barretos

0
130

show_mateus_rigola-6

A noite mais esperada da 60ª Festa do Peão de Barretos (SP), neste sábado (22), foi tudo o que organizadores do maior rodeio da América Latina prometeram. Com uma energia surpreendente, o cantor norte-americano Garth Brooks contagiou o público da arena, que dançou e cantou com o ídolo em cada minuto do show. O astro foi às lágrimas e saiu do palco emocionado com as demonstrações de carinho.

Brooks subiu ao palco pontualmente às 23h, após um espetáculo pirotécnico que só acontece nas finais da Professional Bull Riders (PBR), o maior campeonato de rodeio do mundo (veja vídeo abaixo). Em seguida, o diretor-geral do Hospital de Câncer, Henrique Prata, anunciou a entrada do cantor, já que a bilheteria da noite foi destinada integralmente à instituição.

Com aplausos intermináveis, gritos e assovios, o público recebeu Brooks e agradeceu o gesto generoso do cantor, que pagou todas as despesas de viagem – suas e da banda – para realizar o show beneficente. Brooks, por sua vez, retribuiu o carinho permanecendo na ponta do palco durante quase toda a apresentação, como se quisesse abraçar cada um dos fãs presentes na arena.

Fotos: Confira imagens do show de Garth Brooks

A IMAGEM

O astro da música country repetiu a façanha de – exatos – 17 anos atrás, lotando a arena da 60ª Festa do Peão de Barretos. Um mar de gente com os braços erguidos balançava os chapéus de um lado para o outro, assim como ocorreu em 1998. Até mesmo a imagem dos isqueiros acessos pelos fãs nas arquibancadas foi replicada, dessa vez com o uso de celulares.

dsc5888

“Hoje, faz 17 anos desde a primeira vez que eu estive aqui. Eu preciso dizer: este lugar é muito melhor do que eu me lembrava. Eu tenho sorte de estar aqui hoje, muito obrigado”, disse Brooks.

A ENERGIA

Desde o momento em que surgiu em um elevador montado no meio do palco, Brooks esbanjou energia e empolgação, comprovando porque ainda é conhecido como o “furacão de Oklahoma”, mesmo aos 53 anos de idade. Em todas as músicas, o astro percorreu o palco de uma ponta a outra, dançou, pulou e distribuiu sorrisos.

Em entrevista coletiva no Hospital de Câncer, o cantor confessou aos jornalistas que não sabe falar nenhuma palavra em português, apesar das tentativas de aprender o idioma. Durante o show, falou pouco entre as músicas, sempre em inglês, mas se esforçou para ser compreendido.

Os fãs interagiram o tempo todo com aplausos, muitos aplausos, além de braços erguidos, chapéus no ar e gritos com o nome do cantor. Bandeiras do Brasil também foram levantadas diversas vezes no meio da multidão. Um chapéu e um colete de couro chegaram a ser lançados pelos fãs no palco.

dsc4989

A BANDA TOP

Os músicos da banda de Brooks fizeram um show à parte. Solos de violino e de guitarra estiveram presentes em quase todo o repertório de “Man Against Machine”, que também é o título do mais recente disco do cantor norte-americano.

As ‘backing vocals’ também se aproximaram da frente do palco diversas vezes, dançando e interagindo com Brooks. O astro da música country citou cada um dos componentes do grupo e reverenciou os músicos durante a interpretação de “The Dance”.

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL

Ao som de “Friends in Low Places”, as duplas Chitãozinho & Xororó e Fernando & Sorocaba entraram no palco para uma participação especial no show. Nesse momento, o publico balançou os chapéus de um lado para o outro. Papéis picados e serpentinas foram lançados na arena, que se transformou em uma grande festa.

Em seguida, Brooks cedeu seu violão para Fernando, da dupla com Sorocaba, e os dois, junto com Chitãozinho & Xororó cantaram “Evidências.” Os fãs formaram um grande coral na arena em homenagem ao ídolo norte-americano, que foi ovacionado.

Brooks assistiu à apresentação no canto direito do palco, com o chapéu na mão. Os olhos marejados denunciavam a emoção do astro, que reverenciou as duas duplas ao término da canção.

Fernando & Sorocaba assumiram os vocais com o sucesso “Madri”, lançado por eles há cinco anos. “É uma honra tocar com a lenda norte-americana, Garth Brooks, e com as lendas brasileiras, Chitãozinho e Xororó. Muito obrigado”, disse Sorocaba, antes de sair do palco com o companheiro musical.

FÃ, FÃ, FÃ

Um jovem que não foi identificado conseguiu burlar a segurança e subir no palco, apoiado nas grades dos bretes. Ele abraçou o cantor Garth Brooks, após a interpretação de “Standing Outside the Fire”. O encontro com o ídolo durou menos de cinco segundos e o fã retornou correndo pelo mesmo local em que acessou o palco. Ele foi detido pelos seguranças da Festa e levado para fora da arena, sem ser identificado.

A MAIS CANTADA

O ritmo country marcado por solos de violino dominou o repertório e empolgou o público, que pulou e acenou com os chapéus na mão. Mas, sem dúvida alguma, a canção mais cantada pelos fãs foi “Standing Outside the Fire”, sucesso de Brooks na década de 1990, que encerrou a apresentação do astro em Barretos.Sozinho no canto esquerdo do palco, Brooks iniciou a música com o violão nas mãos. Logo no refrão, os demais músicos se aproximaram e a arena foi ao delírio. O cantor pulava, sorria e curtia o momento, o mais marcante do show.

A HOMENAGEM

Após deixar o palco, o ídolo country foi surpreendido pelo diretor-geral do Hospital de Câncer de Barretos, Henrique Prata. Junto com os cantores Paula Fernandes, Daniel e Juliano Cézar, Prata entregou a Brooks um quadro onde estavam marcadas as mãos de crianças que fazem tratamento na instituição.

Eu preciso dizer: este lugar é muito melhor do que eu me lembrava. Eu tenho sorte de estar aqui hoje, muito obrigado.”
Garth Brooks

Em seguida, um vídeo projetado no fundo do palco e nos telões da arena mostrou a maquete da futura ala do Hospital de Câncer que está sendo construída em Porto Velho (RO) e que levará o nome da mãe de Brooks, Colleen McElroy Carroll. O astro se emocionou e foi aplaudido pela multidão.

Por fim, Prata pediu que o público entoasse junto com ele a oração do Pai Nosso, que foi seguida da canção “Nossa Senhora”, na voz do cantor Daniel. Nesse momento, Brooks deixou o palco junto com os demais sertanejos e a luz da arena foi acessa, sinalizando o fim da noite mais empolgante da 60ª Festa de Barretos até agora.

participacoes_mateus_rigola-2

 

Fonte: G1

Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Toqueto.com não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários